A Tecnologia Axihum

 

 

   O uso de produtos a base de ácidos húmicos na agricultura tem crescido muito no Brasil. As substâncias húmicas são componentes da matéria orgânica, produzidas por processos biológicos naturais, sendo formadas, principalmente, por ácidos húmicos, ácidos fúlvicos e huminas. Este amplo grupo de compostos orgânicos pode ser subdividido em diferentes frações, de acordo com as características físico-químicas específicas de cada grupo e em função dos procedimentos de extração e separação.

    Os ácidos húmicos e fúlvicos são os componentes mais estáveis da matéria orgânica e que têm a capacidade de influenciar fortemente as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Quanto às propriedades físicas, são responsáveis por aumentar a capacidade de retenção de água, facilitando o desenvolvimento das raízes pela formação esponjosa que conferem ao solo, aumentam a aeração e estruturação do solo a partir dos agregados de argila. Com relação às propriedades químicas do solo, esses ácidos orgânicos são responsáveis pela regulação da CTC (capacidade de troca cátions) e, além disso, combina-se com óxidos de Fe, Al, argilas e outros compostos orgânicos. Possuem propriedades redutoras e formam complexos estáveis com micronutrientes (Fe+3, Mn+2, Cu+2, Zn+2) e outros cátions, tais como K+, Ca2+ e Mg2+, aumentando assim a disponibilidade desses elementos para as plantas. Além disso, estes ácidos orgânicos atuam na redução das perdas por volatilização, fixação e lixiviação dos nutrientes nitrogênio, fósforo e potássio respectivamente, tendo como resultado o aumento na eficiência.